Direitos do Idoso

08/07/2019

Sejuf apresenta a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa aos municípios

A Coordenação da Política da Pessoa Idosa da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) promoveu, nesta quinta-feira (04/07), videoconferência com todos os Escritórios Regionais da pasta para apresentar o programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, no intuito de sensibilizar os municípios para adesão.

Tornar o Paraná um estado amigo da Pessoa Idosa é uma das prioridades do Governo Ratinho Junior e do Secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.  Segundo o coordenador da Política da Pessoa Idosa, Matheus Mokdese, “a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa configura-se como a promoção e integração de políticas públicas voltadas à qualidade de vida e dignidade da pessoa idosa, formuladas no âmbito federal, por meio da intersetorialidade orientadora da ação local - estadual e municipal”.

O coordenador dos Escritórios Regionais da Sejuf, Jorge Neves, considera de fundamental importância a adesão dos município, “para a definição de diretrizes, para a implementação e monitoramento dos programas, projetos e ações voltados à pessoa idosa, bem como o alinhamento Estadual e Federal”.

A pedagoga Adriana Santos de Oliveira, técnica da Coordenação da Política da Pessoa Idosa, também participou e detalhou o passo-a-passo para efetivação dos municípios à estratégia, e os propósitos da iniciativa.

*EBAPI* – A Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa tem como objetivo firmar o compromisso com a efetividade do Estatuto do Idoso, a garantia dos direitos da pessoa idosa em todos os setores, propondo políticas públicas a partir das especificidades da população e penalidades para as violações de direitos. A Estratégia é uma rota contínua, ilimitada e direcionada com vistas à promoção do envelhecimento saudável, cidadão e sustentável da população, por meio de ambientes e serviços mais amigáveis às pessoas idosas.

A estratégia é resultado de uma parceria entre Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização Pan Americana da Saúde (OPAS), Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento (Pnud), Ministério da Cidadania, Ministério da Saúde, Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Universidades, instancias de garantia de direitos e parcerias locais. O grande destaque da proposta é a escuta qualificada dos munícipes idosos.

*COMO ADERIR* – Para fazer parte do programa, o município precisa assinar o termo de adesão, realizar as etapas de implantação, incluindo a capacitação para o desenvolvimento da estratégia. Conforme as etapas são realizadas, o município recebe os seguintes selos: Adesão, Plano, Bronze, Prata e Ouro.

Nos próximos meses a Coordenação da Política da Pessoa Idosa da Sejuf mobilizará e capacitará os municípios em encontros macrorregionais.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.