Ney Leprevost anuncia o lançamento do II Plano Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa durante a VII Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do Paraná
19/11/2020 - 10:16

A VII Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do Paraná será realizada pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e pelo Conselho Estadual dos Direitos do Idoso do Paraná (Cedi/PR) nos dias 24, 25 e 26 de novembro de 2020, na modalidade virtual, tendo em vista o momento atual de pandemia pela COVID-19. O secretário da Sejuf, Ney Leprevost, informou que durante a Conferência será feito o lançamento do II Plano Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, informando sobre seu planejamento, elaboração, execução e avaliação.  

“O objetivo fundamental dessa Conferência é de apresentar, debater e levar propostas ao cenário nacional nas vertentes que assegurem os direitos fundamentais da pessoa idosa, garantindo um envelhecimento digno, sem qualquer forma de discriminação, de violência e de violação dos direitos”, enfatizou o secretário da Sejuf, Ney Leprevost, lembrando que valorização da pessoa idosa é uma das prioridades na gestão do governador Carlos Massa “Ratinho” Junior.   

O evento terá como tema geral “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o papel das Políticas Públicas” e proporcionará a reflexão, o debate e apresentação de propostas voltadas para a garantia e defesa dos direitos da pessoa idosa.

Serão debatidos sete eixos com suas temáticas:

Eixo 1: Direitos fundamentais na construção/efetivação das políticas públicas de Saúde;

Eixo 2: Direitos fundamentais na construção/efetivação das políticas públicas de Assistência Social e Previdência;

Eixo 3: Direitos fundamentais na construção/efetivação das políticas públicas de Moradia e Transporte;

Eixo 4: Direitos fundamentais na construção/efetivação das políticas públicas de Cultura, Esporte e Lazer;

Eixo 5: Educação: assegurando direitos e emancipação humana;

Eixo 6: Enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa;

Eixo 7: Os Conselhos de Direitos: seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas.

Ainda serão apresentadas políticas públicas promovidas pela União, Estado e Municípios; medidas para o fortalecimento dos conselhos de direitos da pessoa idosa na efetivação dos direitos fundamentais e também a avaliação do I Plano Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa.

Obs: Esta foto foi registrada antes da pandemia.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Últimas Notícias